quarta-feira, 10 de março de 2010

Mais textos

Meu papel de parede

No meu papel de parede tem você.
Escolhi uma foto linda sua. Deu trabalho escolher a melhor de todas que tenho.
Na foto escolhida tem seus olhos castanhos, tem sua boca com seus lábios desenhados carregando aquele lindo sorriso que tanto gosto. Mostra também seu cabelo que às vezes fica abaixo do ombro outrora curto e com rabo de cavalo.
No meu papel de parede tem você.
Com uma roupa que provavelmente era para espantar o frio, em uma rua totalmente desconhecida para mim em uma cidade tão distante que nem sei pronunciar seu nome.
No meu papel de parede tem você.
Atrás de você tem um quintal com a grama verdinha rodeada por uma cerca branca bem baixa que qualquer criança consegue pular. O céu estava branco entupido de nuvens, o momento parecia uma manhã linda de primavera e ao mesmo tempo um final de tarde com um vento gelado que convida para um bom vinho no desenrolar da noite.
No meu papel de parede tem você.
E esse é o meu maior desgosto. No meu papel de parede tem você. Só você.
Eu não estou do seu lado na foto, queria estar, mas não estou.
No meu papel de parede só tem você.
Essa foi à forma que encontrei para estar mais perto de ti, assim convivo com os seus sorrisos diários e com seus olhares profundos.
Não quero te perder. E não vou te perder.
Enquanto você estiver no meu papel de parede eu tenho você, mesmo que seja você sem mim.
No meu papel de parede só tem você.

2 comentários:

Jullie disse...

Esse texto é lindo... vc tá mto inspirado ultimamente ein Cherin?!?hahahahhha

yara disse...

inspiradoo neh Juh ! shauhsuahsuahu

texto bem lindo!

e parabéns pelo blog !;D